Em meio à crise, ilegra aposta em inovação aberta para crescer

100open_banner-01 (1)

Na edição de 2015 do 100 Open Startups – movimento que objetiva conectar grandes empresas e fundos de investimento a novas companhias – chama a atenção o fato de, em meio à forte retração da economia brasileira, haver novos players buscando aproximação de startups. No meio de gigantes como IBM, Embraer, Intel e Natura, entre outras, empresas de porte médio, como a ilegra, se aproximaram do movimento. São companhias menores mas muito ágeis e que, apesar de ainda poderem ser consideradas como em fase de crescimento, já apostam em inovação aberta para crescer.

Para o coordenador do 100 Open Startups, Bruno Rondani,  a participação de empresas como a ilegra é tão ou mais relevante que o engajamento das grandes companhias no movimento. “O que essas empresas menores têm em comum é a capacidade e a vontade de crescer e inovar, sempre.  Isso talvez reflita mais claramente a nova dinâmica da inovação como um processo distribuído, porque as startups também atendem as grandes”, destaca. E tradicionalmente, são as grandes corporações que integram iniciativas como essa, segundo Rondani, mas a novidade este ano é a chegada de parceiros como a ilegra. “Para mim é surpreendente, afinal, não desenhamos o programa para este porte de empresa, mas elas estão vindo,” comemora.

Para a ilegra, focada em inovar e crescer, integrar um movimento como este é muito natural. Afinal, a companhia está no mercado há 13 anos ajudando seus clientes justamente a inovar e crescer. “Desde sua fundação, em 2002, a ilegra sempre pensou grande, inclusive seu slogan é ‘pense além’. A empresa almeja estar cada vez mais presente no ecossistema de inovação e empreendedorismo do país e essa foi uma das principais motivações para participar do movimento 100 Open Startups”, diz Romulo Dornelles, diretor de Marketing e Inovação. “É importante oportunizar à empresa estar em contato com iniciativas inéditas em que a ilegra possa ajudar na alavancagem dos negócios, seja através de investimento ou mesmo por meio de outras competências de gestão da empresa”, completa.

A ilegra patrocinou os desafios “Sociedade da Informação” e “Desafio Aberto”.  As startups mais bem avaliadas na fase inicial, à distância, foram convidadas para um encontro presencial em uma das 13 Capitais da Inovação, cidades brasileiras onde se reuniram com os executivos representantes das empresas conectadas com o desafio escolhido. Da ilegra, conheceram e avaliaram as novas ideias, Romulo Dornelles, além dos executivos Roger Muller, Diretor de Alianças, Anderson Lattuada, Diretor Financeiro e de RH e Caroline Capitani, Gestora de Marketing e Inovação, com encontros em Campinas, Belo Horizonte, São Paulo e Curitiba.

Após esta etapa, finalizada em dezembro, as startups consideradas mais atraentes serão indicadas entre as 100 Open Startups de 2015 e vão participar do evento final na Open Innovation Week, principal evento corporativo de inovação aberta do país e um dos principais do mundo, a ser realizada em fevereiro, em São Paulo.  

A iniciativa de participar do 100 Open é parte de uma estratégia maior de inovação da empresa, que hoje já contempla parcerias como as que a ilegra mantém com a área jurídica e que resultaram no desenvolvimento da solução Supply Tax Solution (STS), voltada a validações tributárias, fiscais, regras fiscais e cotações.

“Para fomentar esta cultura de inovação, estamos participando do movimento 100 Open Startups e temos programas de inovação internos, entre outros canais de captura de iniciativas inéditas e com potencial de rentabilidade”, finaliza Dornelles.