Escrito por Juliana Manara e Gabriel Leite,

5 minutos de leitura

Anbima Summit 2023: Desbravando o conhecimento de forma acessível

O evento se destacou por sua estrutura sólida, organização primorosa e a amplitude de conhecimento abordada. Isso reflete a evolução do mercado de capitais em sua busca por uma abordagem mais acessível e educativa.

Compartilhe este post:

A ANBIMA é reconhecida por sua atuação como a organização que reúne diversas empresas do mercado de capitais, com o propósito de fomentar a diversidade e a pluralidade nesse segmento, proporcionando apoio aos seus associados e contribuindo para o desenvolvimento do mercado em geral. Embora muitos possam associá-la à responsabilidade pelo cálculo da Taxa Selic brasileira, sua importância é muito mais ampla e profunda.

Neste sentido, a ideia deste artigo é mergulhar no ANBIMA Summit, um evento promovido pela instituição, que tem evoluído de maneira moderna e inclusiva ao longo dos anos. Recentemente realizado nos dias 16 e 17 de agosto, no imponente prédio do OCA, localizado no Parque Ibirapuera em São Paulo, o encontro se destacou como uma experiência singular, sobretudo para quem não está familiarizado com os congressos do mercado financeiro.

O ANBIMA Summit se mostrou ainda mais dinâmico, inovador e acessível a diferentes perfis, abrangendo um amplo espectro de tópicos – desde as mais avançadas discussões tecnológicas, incluindo Inteligência Artificial, apresentada pela renomada escritora Clara Durodié, até reflexões futuristas conduzidas pelo notável palestrante Gerd Leonhard –, além de oferecer insights valiosos sobre macroeconomia e o atual panorama geopolítico.

Um dos pontos altos do evento foi a exploração do conceito ESG, abordado de maneira aprofundada e interligada, por meio de palestras que transitaram desde sua fundamentação conceitual até sua aplicabilidade prática no mercado de capitais. Foram abordados os pilares individuais do ESG, com destaque para o papel da centralidade no cliente na promoção da inclusão e diversidade, seguidos de uma análise sobre sua integração em ativos financeiros, que também envolveu a análise dos riscos e benefícios das tecnologias emergentes, culminando em discussões éticas e responsáveis no contexto de investimentos.

Além disso, o evento ofereceu conhecimentos práticos direcionados a investidores, um novo destaque deste ano. Com uma tarde inteira dedicada a informações práticas para aqueles que desejam ingressar no mundo dos investimentos, se tornando uma oportunidade valiosa para aprender a analisar e compreender as complexas siglas e termos desse universo.

Vale destacar a iniciativa ‘ANBIMA na Rua’, uma estratégia da organização para compreender mais profundamente o comportamento dos brasileiros em relação aos investimentos. Durante o evento, diversas pessoas foram convidadas a compartilhar suas jornadas de investimento. A diversidade de perfis, trajetórias e níveis de conhecimento foi impressionante, proporcionando resultados positivos e enriquecedores para todos os envolvidos.

O ANBIMA Summit se destacou por sua estrutura sólida, organização primorosa e a amplitude de conhecimento abordada. Isso reflete a evolução do mercado de capitais em sua busca por uma abordagem mais acessível e educativa. Mesmo para aqueles que não puderam participar, há boas notícias: a data da próxima edição já está marcada para agosto de 2025.

Este artigo foi publicado originalmente na Gazeta da Semana.

Compartilhe este post: