Escrito por Guilherme Guerra e Marcello Perez,

5 minutos minutos de leitura

Abordagem Triple Track Agile, a evolução dos métodos ágeis

TTA permite que equipes multidisciplinares atuem em diferentes fases do desenvolvimento para complementar conhecimentos em busca da melhor solução digital.

Compartilhe este post:

Empresas que trabalham com tecnologia e com inovação entendem que existem inúmeras metodologias disponíveis para se desenvolver produtos, processos ou serviços. A Triple Track Agile (TTA) é uma dessas abordagens, uma forma de preparar o negócio para desenvolver o que faça sentido para seu usuário, enquanto se adapta rapidamente em um cenário de constantes mudanças e incertezas.

Mas, afinal, o que é Triple Track Agile? É uma metodologia ágil proposta pela ilegra que adiciona uma nova etapa ao modelo de dual-track. Assim, o desenvolvimento passa por três fases que se retroalimentam, apesar de terem a seguinte sequência inicial.

Foundation

Time composto por arquitetos, é a primeira track a começar. Tem a responsabilidade de entender a estratégia da empresa, compreender os objetivos macros e identificar os grandes desafios que podem trazer riscos. Além disso, é responsável por habilitar as etapas de discovery e delivery com ferramentas, insights e outros artefatos.

Alguns trabalhos que essa etapa foca são escalabilidade das soluções, arquitetura, DevOps, novas tecnologias, plataformas de testes, tecnologias que visam desbloquear as entregas das outras tracks, coleta de dados sobre usuários, pesquisas em profundidade e assim por diante.

Discovery

A equipe multidisciplinar do discovery é formada por Analistas de negócio, Arquitetos de software, UX Research e UX Designers. Juntos, são responsáveis por um olhar mais rico sobre os problemas a serem resolvidos. Alinhados com a estratégia da empresa, o time de Discovery parte para uma série de testes, entrevistas e provas de conceito, a fim de validar rapidamente as ideias propostas. O resultado desse trabalho são artefatos que fazem sentido sob o ponto de vista de negócios, usuário e tecnológica.

O foco é dado em descobrir e aprender, rapidamente, quais os principais problemas e necessidades que os usuários têm e quais seriam as soluções mais adequadas, evitando desperdício de tempo em desenvolver e entregar um produto obsoleto. Aqui, é essencial que ideias sejam validadas ou descartadas, com base no feedback de usuários, e que estejam em harmonia com as necessidades de negócio. A identificação e correção de erros, nessa fase, gera economia na etapa de desenvolvimento, por isso, o Discovery foca em aprender rápido.

Além disso, nessa track são desenhadas maneiras de coletar dados e métricas que podem ajudar nas tomadas de decisão do produto, orientando a cultura de dados e fornecendo melhores previsões sobre o produto. Por fim, no Discovery também são trabalhadas questões de viabilidade técnica, com foco em questões práticas, como se existem APIs que atendem as necessidades do negócio ou se é possível desenvolver os layouts com as tecnologias já existentes.

Delivery

Com a estratégia desenhada e validada junto ao Discovery, o time de Delivery, formado por Engenheiros de Software, é responsável pela entrega do software, utilizando métodos ágeis para dar visibilidade e previsibilidade sobre o término do trabalho.

Nessa etapa, o objetivo é entregar o software da maneira correta, contando com práticas que assegurem que o produto a ser produzido tenha menores chances de bugs e seja construído da maneira mais adequada para atender as necessidades estabelecidas. É nessa track que são trabalhadas culturas de testes (como teste unitário, integração e estresse), além do planejamento de como desenvolver o produto com as melhores práticas de design de software.

Resumidamente, a etapa de Delivery tem como direcionamento entregar o software o quanto antes e com a maior confiança possível, garantindo qualidade e sustentabilidade do sistema, fazendo isso de forma frequente e consistente.

 

O Triple Track Agile é uma caixa de ferramentas da ilegra para navegar e produzir o melhor resultado em um mundo VUCA: Volatility (volatilidade), Uncertainty (incerteza), Complexity (complexidade) e Ambiguity (ambiguidade).

Hoje em dia, não basta somente desenvolver o software. Muitas vezes, é necessário criar as próprias ferramentas para, aí sim, desenvolver o produto que chegará ao usuário final. Se faz necessário, também, desenhar uma arquitetura que dê conta de atender a quantidade de usuários simultâneos, sem aumentar desnecessariamente os custos com infraestrutura.

Como saber se a solução proposta para o problema faz sentido para os usuários? Como diminuir as incertezas e retrabalho do time de desenvolvimento? Essas são perguntas que a metodologia Triple Track Agile se propõe a investigar.

Uma nova forma de pensar processos

Em diversos processos, as empresas estão acostumadas a trabalhar com projetos que têm início, meio e fim, utilizando o modelo cascata para gerenciar e mensurar resultados, tais como: se cumpriu o escopo, ocorreu dentro do prazo e no orçamento previsto inicialmente.

Mas, considerando o cenário atual, em que as situações mudam rapidamente e no qual rumamos para um destino incerto – a pandemia da Covid-19 é um claro exemplo do mundo VUCA –, os modelos cascatas se tornam pouco efetivos. Isso porque o trabalho não é mais linear, e os desafios requerem um olhar multidisciplinar, sendo abordados de uma forma mais dinâmica e colaborativa.

Considerando tudo isso, a abordagem Triple Track Agile tem uma série de ferramentas que facilitam o trabalho:

  • Etapas que se retroalimentam e são formadas por equipes multidisciplinares;
  • Lean e ágil como base do trabalho nas três tracks;
  • Cultura de Produto como uma nova forma de pensar o trabalho que está sendo realizado e medir seu sucesso, além de colocar o usuário no centro das decisões.

Ao contrário do modelo linear cascata e de sua premissa de que o trabalho passa para a próxima fase assim que concluído, no modelo TTA cada track aprende com a outra, gerando melhoria contínua e um trabalho mais assertivo.

Interessado em conhecer melhor os resultados práticos da metodologia Triple Track Agile? Veja o artigo Squads remotas: desenvolvimento acelerado de produtos digitais.

Compartilhe este post: